Motor Elétrico / Características da Queima

This site requires Flash Player 8.0 or greater
Please click here to download.
(Arraste as Fotos e Clique 2 vezes para ampliar)

FF Comércio e Consertos de Motores Elétricos Ltda

Tel. (11) 4678-3021 
CARACTERÍSTICAS DA QUEIMA  E  POSSÍVEIS CAUSAS (Motor trifásico)
Curto entre espiras ou Bobina Curto-circuitada - Falha no esmalte de isolação do fio; - Falha no verniz de impregnação; - Contaminação interna do motor; - Rápidas oscilações na tensão de alimentação.
Curto entre fases - Falha no material isolante; - Contaminação interna do motor; - Degradação do material isolante por ressecamento devido o motor operar com alta temperatura;
Curto na conexão - Falha no material isolante; - Contaminação interna do motor; - Superaquecimento da conexão devido a mau contato.
Curto na saída da ranhura ou Curto no interior da ranhura - Falha do esmalte de isolação do fio; - Falha do verniz de impregnação; - Falha do material isolante; - Contaminação interna do motor; - Rápidas oscilações na tensão de alimentação; - Degradação do material isolante por ressecamento devido ao motor operar com alta temperatura.
Pico de tensão - Oscilação violenta na tensão de alimentação devido a, por exemplo, descargas atmosféricas; - Surtos de manobra de banco de capacitares; - Motor acionado por inversor de frequência com alguns parâmetros incorretos (amplitude do pulso da tensão, rise time, dV/dt, distância entre pulsos, frequência de chaveamento).
Desbalanceamento de tensão - Desequilíbrio de tensão e/ou de corrente entre as fases; - Oscilações de tensão nas três fases; - Falha em banco de capacitares; - Maus contatos em conexões, chaves, contatores, disjuntores, etc...
Rotor travado - Travamento do eixo de carga; - Excessiva dificuldade na partida do motor, devido a elevada queda de tensão, inércia e torque de carga muito elevados.
Sobreaquecimento - Excesso de carga na ponta de eixo (permanente ou eventual/periódico); - Sobretensão ou subtensão na rede de alimentação (permanente ou eventual/periódico); - Cabos de alimentação muito longos e/ou muito finos; - Excessivo número de partidas em tempo curto; - Conexão incorreta dos cabos de ligação do motor; - Ventilação deficiente (tampa defletora danificada ou obstruída, sujeira sobre a carcaça, temperatura ambiente elevada, etc...).
Falta de fase - motor ligado em estrela (queima de duas fases) ou triângulo (queima de uma fase). -Queima de um fusível; - Rompimento de um cabo alimentador; - Queima de uma fase do transformador de alimentação; - Mau contato nos terminais de uma fase do transformador; - Mau contato em conexões; - Mau contato em chave, contator ou disjuntor.
Tabela de características da queima e possíveis causas
CARACTERÍSTICAS DA QUEIMA E POSSÍVEIS CAUSAS (motor monofásico)
Curto entre espiras no enrolamento principal - Falha no esmalte de isolação do fio; - Falha no verniz de impregnação; - Contaminação interna do motor; - Rápidas oscilações na tensão de alimentação.
Curto entre espiras no enrolamento auxiliar - Falha no esmalte de isoiação do fio; - Falha no verniz de impregnação; - Contaminação interna do motor;
Metade do enrolamento principal sobreaquecido - Falha da chave comutadora de tensão quando posicionada para alimentação na menor tensão; - Picos de sobrecarga que chegam a provocar o fechamento do centrífugo e do platinado, com o motor alimentado na maior tensão. A metade do enrolamento que queima é aquela que não está em paralelo com o enrolamento auxiliar.
Curto entre enrolamentos principal e auxiliar em motor capacitor de partida ou split-phase (motor sem capacitor) - Falha do material isolante; - Falha do verniz de impregnação; - Contaminação interna do motor.
Curto entre enrolamentos principal e auxiliar em motor capacitor permanente - Falha no material isolante entre principal e auxiliar; - Contaminação interna do motor; - Degradação do material isolante por ressecamento devido ao motor operar com alta temperatura.
Curto na conexão - Falha do material isolante; - Contaminação interna do motor; - Superaquecimento da conexão devido a mau contato.
Curto na saída da ranhura ou curto no interior da ranhura - Falha do esmalte de isolação do fio; - Falha do verniz de impregnação; - Falha do material isolante; - Contaminação interna do motor; - Rápidas oscilações na tensão de alimentação; - Degradação do material isolante por ressecamento devido o motor operar com alta temperatura.
Rotor travado - Travamento do eixo da carga; - Excessiva dificuldade na partida do motor (elevada queda de tensão, inércia e/ou torque de carga muito elevado).
Sobreaquecimento do enrolamento principal em motor IP21 - Excesso de carga na ponta de eixo (permanente ou eventual/periódico); - Sobretensão ou subtensão na rede de alimentação (permanente ou eventual/periódico); - Cabos de alimentação muito longos e/ou muito finos; - Conexão incorreta dos cabos de ligação do motor; • Ventilação deficiente (temperatura ambiente elevada, motor operando em local confinado, obstrução das entradas de ar da carcaça do motor); - Circuito auxiliar aberto; - Motor de capacitor de partida: problema no capacitor, no platinado ou no centrífugo; - Motor de capacitor permanente: problema no capacitor; - Motor split-phase: problema no platinado ou no centrífugo.
Sobreaquecimento do enrolamento principal em motor IP55 - Excesso de carga na ponta de eixo (permanente ou eventual/periódico); - Sobretensão ou subtensão na rede de alimentação (permanente ou eventual/periódico); • Cabos de alimentação muito longos e/ou muito finos; - Conexão incorreta dos cabos deligação do motor; - Ventilação deficiente (tampa defletora danificada ou obstruída, sujeira sobre a carcaça, temperatura ambiente elevada, motor operando em local confinado); - Circuito auxiliar aberto: problema em capacitar, platinado ou centrífugo.
Sobreaquecimento do enrolamento auxiliar de motor capacitor de partida ou split-phase (motor sem capacitor) - Excessivo número de partida em tempo curto; - Dificuldade na partida do motor (queda de tensão excessiva, inércia ou torque da carga muito elevado), não permitindo a rápida abertura do conjunto centrífugo/platinado, deixando a bobina auxiliar energizada por muito tempo; - Em motores IP21 , a penetração de objetos estranhos no motor pode também causar a não abertura do conjunto centrífugo platinado; - Conexão incorreta dos cabos de ligação do motor.
Sobreaquecimento do enrolamento auxiliar de motor capacitor permanente - Excessivo número de partida em tempo curto; - Dificuldade na partida do motor (queda de tensão excessiva, inércia ou torque da carga muito elevado); - Conexão incorreta dos cabos de ligação do motor; - Motor operando em vazio ou carga muito baixa.